banco de sangue
blog

22/09/2017

Por que doar sangue?

Visualizações: 30

O sangue humano não pode ser fabricado artificialmente, por isso, a doação é um ato de vital importância, e que ajuda a salvar vidas.

Veja alguns motivos para fazer sua doação de sangue:

- Uma doação pode salvar até quatro vidas
- O volume doado é reposto naturalmente pelo organismo em até 24 horas
- O doador não se expõe a nenhum risco de contaminação, pois todo o material é esterilizado e descartável
- Doar sangue não engorda, nem emagrece, não afina ou engrossa o sangue
- Não é preciso estar em jejum
- O procedimento de doação leva pouco tempo
- O volume coletado, por padrão internacional, é de apenas 450 ml
- O sangue doado é fundamental no tratamento dos pacientes
- Doar sangue é um ato humanitário, traz uma satisfação interior e faz bem a todos

Muitos pacientes podem ser beneficiados com o sangue que você doar:

- Vítimas de diversos acidentes
- Pacientes com câncer ou tumores
- Pacientes hemofílicos
- Pacientes que serão submetidos a cirurgias-
-Recém nascidos prematuros

E você sabia?

- Um em cada dez pacientes hospitalizados necessitam de transfusão sanguínea
- Um bebê prematuro necessita de 1 a 4 unidades de concentrado de hemácias (um tipo de componente sanguíneo) durante o período de internação
- As bolsas coletadas anualmente no Brasil, ao todo 3,5 milhões, são insuficientes para atender à demanda
- O ideal, segundo o Ministério da Saúde, seria alcançar 5,7 milhões de bolsas de sangue por ano

20/03/2017

Trote solidário dos calouros de Medicina da UCS é realizado no Banco de Sangue

Visualizações: 26

O Banco de Sangue de Caxias do Sul recebeu na tarde da última sexta-feira, 17 de março, os acadêmicos de Medicina da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Eles participaram do Trote Solidário promovido pelo Núcleo Acadêmico do Sindicato Médico do RS (NAS).

Na oportunidade, os calouros realizaram a doação de sangue e puderam visitar e conhecer um pouco mais sobre o ciclo hemoterápico realizado pelo Banco de Sangue de Caxias do Sul.

Para a diretora técnica do Banco de Sangue, iniciativas como a do Trote Solidário do NAS-Simers conferem contornos ainda mais especiais aos envolvidos.

“Porque propõe uma mudança de paradigma. É uma ideia que envolve o estudante de medicina, para ele entender em que universo está colocado. Quem decide se tornar médico, decide ser um cuidador. E a doação de sangue é muito emblemática, porque é uma forma de ajudar ao próximo passando por cima de qualquer medo ou dificuldade”, conclui a médica Mariângela Moschen.